Seções
Home
Pessoa Física

Consultoria: Análise de carteira de ações

Saiba se sua carteira de ações atende ao seu perfil, o beta do seu portfólio, a situação econômico financeira das companhias que a compõem, qual a opinião dos analistas de mercado sobre seus papéis. Quais são os múltiplos de suas ações? Estão caras ou baratas?

Após o investidor responder a um questionário para avaliar sua propensão ao risco, a análise da carteira compreenderá:
1) Análise setorial;
2) Cálculo do dividend yield esperado (retorno com dividendos) de 2015 da carteira e por papel;
3) Cálculo do beta da carteira;
4) Potencial de valorização em relação ao preço alvo de cada papel e da carteira;
5) Como andam a recomendação dos analistas por papel;
6) Avaliação dà carteira vis-à-vis o seu perfil de risco;
7) Consistência de resultado nos últimos anos das empresas que compõem a carteira;
8) Análise do múltiplo P/L e FV/Ebitda de cada papel e comparação com o setor;
9) Breve análise de cada papel;
10) Recomendações de alteração ou manutenção dos papéis.

Valor: R$ 600,00
Mais informações: envie e-mail para contato@estrategista.net


Consultoria: Avaliação econômico-financeira de uma empresa

Caso uma ação represente parcela elevada de sua carteira ou, mesmo de seu patrimônio, que tal uma opinião independente? Uma avaliação mais profunda com elaboração do fluxo de caixa descontado?
Mais informações: envie e-mail para contato@estrategista.net


Curso Conceitos e estratégias para operar na Bolsa

Faça o curso na sua cidade

Com 5 participantes é possível levar o curso a sua cidade.

Custo total: a partir de R$ 5 mil.

Público alvo:

Investidores de bolsa, indivíduos ou institucionais, interessados em análise fundamentalista e aqueles que trabalham ou desejam trabalhar com análise e gestão de ações em corretoras, gestoras, bancos de investimento, área de relação com investidores (RI) e fundos de private equity.

Conteúdo Programático:

Módulo I – Conceitos básicos

  1. Introdução
    2. A formação do preço da ação e os investidores institucionais
    3. Como calcular sua independência financeira?
    a. Metodologia 1
    b. Metodologia 2
    4. A importância dos juros nos investimentos
    a. O histórico dos juros reais
    b. Por que os juros afetam a bolsa?
    5. A Bolsa de Valores e o Ibovespa
    a. A volatilidade da bolsa
    b. A rentabilidade dos fundos de ações e do Ibovespa
    c. As deficiências do Ibovespa
    d. Ibovespa x IBrX
    6. As ações e a abertura de capital
    a. A formação da empresa – o balanço patrimonial
    b. A base acionária – as ações ON e PN
    c. A vantagem das ações preferenciais listadas em bolsa
    d. A oferta de ações
    e. A abertura de capital (IPO) e seus riscos
    f. Por que as empresas abrem o capital?
    7. Introdução à análise fundamentalista
    a. Análise fundamentalista – duas escolas
    b. Os investidores de valor, o “value investing”
    8. O valor de mercado da companhia
    a. Calculando o valor de mercado da companhia
    b. A influência de eventos negativos sobre o valor de mercado
    c. Conceito do valor de mercado
    d. As ações em circulação no mercado, o “free float”
    9. O controlador
    a. Tipos de controle acionário: difuso ou concentrado
    10. Dividendos
    a. Os dividendos impactam o preço das ações? As diversas teorias
    b. O modelo de Gordon e o caso Hypermarcas
    c. Dividend yield, pay-out ratio, tributação
    d. O falso dilema: pagar dividendos ou crescer
    e. Viver de dividendos
    f. Dividendo obrigatório
    g. Quando os dividendos não são pagos
    h. O conceito “ex dividendos”
    i. Dividendos mínimos e fixos

Módulo II – Métricas de avaliação da análise fundamentalista

Nesse módulo, falaremos das principais métricas de avaliação de empresas: múltiplos e fluxo de caixa descontado

  1. Análise por múltiplo
    a. O múltiplo P/L (preço por lucro)
    b. O PEG ratio
    c. A qualidade do lucro
    d. A alíquota efetiva de IR/CSSL
    e. A expansão do múltiplo
    f. O conceito do múltiplo FV/Ebitda
    g. Por que o múltiplo FV/Ebitda se popularizou?
    h. O múltiplo FV/Ebitda das cias endividadas
    i. O múltiplo FV/Ebitda e o caso Petrobras
    j. O múltiplo FV/Ebitda e o caso Telemar
    k. O múltiplo P/VPA
    l. Características do múltiplo P/VPA
    m. A relação entre o múltiplo P/VPA e o retorno sobre o patrimônio (ROE, em inglês)
    n. Qual múltiplo utilizar: o histórico ou o projetado?
    12. Fluxo de caixa descontado e o preço alvo
    a. O fluxo de caixa descontado para o acionista
    b. O fluxo de caixa descontado para a firma
    c. Considerações sobre o preço-alvo

Módulo III – Estratégias de investimentos

Nesse módulo, abordaremos algumas estratégias para a compra e venda das ações.

  1. Estratégias de Investimentos
  2. Psicologia de investimentos
    i. Teoria da perspectiva
    ii. Ancoragem
    iii. Efeito manada
    iv. Estado psicológico
  3. O relatório das corretoras
  4. As recomendações
  5. O resultado trimestral
  6. Comprar e manter. Bolsa é longo prazo?
    d. Carteira defensiva. Faz sentido?
    e. Aluguel ou empréstimo de ações
    f. Fundos de Ações
    i. Fundos ativos, passivos e ações livre
    ii. Fundos Small Caps
    iii. Fundos Long Short
    iv. Fundos “long biased”

Módulo IV – Direito Societário

  1. Direito Societário
    a. Conceito e cálculo do “tag along”
    b. Armadilhas do tag along
    c. Subscrição de ações
    d. Fechamento de capital
    e. Direito de recesso
    f. Recompra de ações
    g. Outros eventos: desdobramento e agrupamento
    h. Bonificação
    i. Guia de IR em ações

Módulo V – Estudos de caso, a prática

  1. Estudos de casos
    a. O que move as ações da bolsa?
    b. As cias premium e a bolsa
    c. Vale e a macroeconomia
    d. Petrobras, problema vai além da Lava-Jato
    e. OGX – a dificuldade de se avaliar cias pré-operacionais
    f. BRF e a expansão do múltiplo
    g. O sonho da Apple é ser a Totvs
    h. O Ibovespa: está caro ou barato?

Módulo VI – Analise de instituições financeiras

Com base em um modelo de fluxo de caixa descontado do Itaú-Unibanco, faremos uma análise detalhada do balanço patrimonial e das demonstrações de resultados do banco.

  1. Destrinchando o modelo DCF do Itaú-Unibanco
  2. Cálculo das receitas
  3. Cálculo das despesas
  4. Provisões
  5. Margens
  6. O patrimônio líquido
  7. Evolução histórica do ROE
  8. Regras da Basiléia
  9. Investimento em ações de bancos: a importância do beta
  10. Análise do Estatuto Social do Itaú-Unibanco
  11. Arbitragem Itaúsa e Itaú-Unibanco
  12. Arbitragem das ações ON e PN de Itaú-Unibanco
  13. A forte relação do P/VPA e ROE nas empresas financeiras

Saiba mais, enviando e-mail para contato@estrategista.net


Conheça outros serviços:

Versão Mobile | Desktop Version